Advertisement Section

A Pequena África existiu?

Tempo para ler1 Minutos, 46 Segundos

Por Sara Alves para Jornal DCI

A Pequena África foi apresentada em Nos Tempos do Imperador, mas muita gente não sabe se o local foi real na história do Brasil ou algo inventado para as tramas da novela. Não se preocupe, vamos te ajudar com essa dúvida e contar tudo o que sabemos sobre o assunto.

A Pequena África existiu de verdade?

Bastante presente na trajetória de alguns personagens da novela Nos Tempos do Imperador, a Pequena África foi um lugar real. O local era dedicado a abrigar e proteger pessoas negras livres ou fugitivas. O local contava com zungus – habitações coletivas – e buscava preservar a cultura, religião e demais costumes dos países de origem dos moradores.

Localizado no centro do Rio de Janeiro, o local ganhou o nome de Pequena África nas referências que recebeu das obras de um artista carioca, o cantor e compositor Heitor dos Prazeres, no começo do século XX. Hoje, o local em que ficava a Pequena África, mostrada em Nos Tempos do Imperador, se encontram os bairros Saúde, Gamboa e Santo Cristo, desde a Praça Mauá até a Cidade Nova.

Nesta região está também o Cais do Valongo, um antigo cais que ganhou o título de Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO em 2017, por ser o único vestígio material da chegada de africanos escravizados. O local ficou em operação durante 20 anos e parou de ser usado depois que o tráfico de pessoas se tornou ilegal.

O local servia de desembarque para as rotas que saiam da África em destino as Américas e a partir de 1843 também ficou conhecido como Cais da Imperatriz, por conta da chegada de Tereza Cristina, esposa de Dom Pedro II, ao país. A imperatriz não era brasileira, ela nasceu em Nápoles, na Itália, e se casou com Dom Pedro II aos 21 anos de idade.

A Pequena África em Nos Tempos do Imperador

Na novela de Alessandro Marson e Thereza Falcão o local é comandado por Cândida, papel da atriz Dani Ornellas, e Dom Olu, interpretado por Rogério Brito. Eles são considerados rei e rainha entre os moradores do local.

A princesa da Pequena África em Nos Tempos do Imperador é Zayla (Alana Cabral / Heslaine Vieira), que se apaixona por Samuel (Michel Gomes), depois que Dom Olum convida o rapaz para morar no lugar quando descobre a história de seu passado e o ajuda a encontrar um emprego.

Fonte: Jornal DCI

Happy
Happy
0
Sad
Sad
0
Excited
Excited
0
Sleepy
Sleepy
0
Angry
Angry
0
Surprise
Surprise
0

Deixe uma resposta

Previous post Moda, belas-artes e representatividade. A história feliz de Roselyn e Blackson no Chiado
Next post Confira três receitas para arrasar no churrasco de domingo
%d blogueiros gostam disto: