Advertisement Section

Cidades do Sudeste e Centro-Oeste irão integrar a maior rota turística do Brasil

Tempo para ler1 Minutos, 36 Segundos

O novo roteiro, nomeado “Via Liberdade” irá ligar os estados de Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro e o Distrito Federal

O Ministério do Turismo está viabilizando um projeto que irá se tornar o maior roteiro turístico brasileiro, e contará com 307 cidades, quatro biomas, seis parques, bem como patrimônios históricos e culturais do país. Desse modo, a rota “Via Liberdade”, tem como objetivo a união  das atrações dos quatro destinos, ligando monumentos históricos, artísticos e culturais. 

Serão mais de 1,1 mil km da BR 040, além de fomentar ações e programas estratégicos para valorizar os patrimônios, as paisagens naturais, as cidades imperiais, as comidas típicas, as tradições e as artes locais. Continua após a publicidade

De acordo com Gilson Machado Neto, ministro do Turismo, o novo roteiro virá como um exemplo para outras regiões do Brasil. “Juntar diversos atrativos como a história de Minas Gerais, o turismo cívico de Brasília, a bela natureza goiana e as cidades imperiais do Rio é um grande acerto para o turismo nacional. Temos que concretizar e trazer essa experiência para outros estados, assim como já está acontecendo no Nordeste, com a Rota do Sol”, aponta o ministro.

De acordo com o Ministério do Turismo, a rota também será composta por encontros direcionados a pesquisadores, artistas e especialistas com temas relacionados aos marcos da história do Brasil; a celebração do bicentenário da Independência do Brasil; a promoção de destinos estratégicos do projeto; seminários; atividades de marketing de destino como apoio à comercialização dos territórios envolvidos junto a agências e operadoras; a utilização de portais do turismo e redes; participação em feiras e eventos nacionais e internacionais e parcerias estratégicas com setor público, privado e entidades representativas do turismo.

A rota passará por quatro biomas: Mata Atlântica, Serra do Mar, Cerrado e Serra do Espinhaço, e seis parques: Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Parque Estadual do Ibitipoca, Parque Estadual do Itacolomi; Parque Estadual Serra do Rola Moça, Parque Nacional da Serra do Cipó e o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Patrimônios históricos e culturais também farão parte do roteiro, entre eles, Brasília, Goiás Velho, Conjunto Moderno da Pampulha (MG), Rio de Janeiro, Sítio Arqueológico Cais do Valongo (RJ), Sítio Burle Marx (RJ), Congonhas (MG), Ouro Preto (MG), e Diamantina (MG).

Fonte: Turismo IG

Happy
Happy
0
Sad
Sad
0
Excited
Excited
0
Sleepy
Sleepy
0
Angry
Angry
0
Surprise
Surprise
0

Deixe uma resposta

Previous post Quem é Jessica Watkins, primeira astronauta negra em missão à ISS
Next post Homens negros denunciam organização de Fórmula 1 por racismo
%d blogueiros gostam disto: