Advertisement Section

Lélia Gonzalez inspira espetáculo “Relatos Amefricanos” – Todos Negros do Mundo

Tempo para ler1 Minutos, 6 Segundos

Marcado para estrear no Dia da Consciência Negra, Relatos Amefricanos une dança contemporânea e Lélia Gonzalez

A arte do espetáculo é inspirada na categoria político-cultural de amefricanidade, que foi definida pela antropóloga, filósofa e historiadora Lélia Gonzalez. Dessa forma, Relatos Amefricanos, tem a missão de transportar para a tela e os palcos, um conceito antropológico.A apresentação estará disponível a partir do dia 20 de novembro em formato online e com acesso gratuito no canal do espetáculo, neste link. A peça também busca aproximar nacionalidades, como o Brasil e Peru. As duas realidades latino-americanas se cruzam pela concepção amefricana que está na base do espetáculo.

“Se trata de enegrecer a temática e a técnica, a partir de uma proposta cujo ponto central é a categoria político-cultural de amefricanidade e aquilo que somos capazes de anunciar, como sujeitos epistêmicos que dançam”.

O elenco é composto pelos bailarinos intérpretes-criadores Quiara Jofre, Diogo de Carvalho, Poliana Nunes e José Liberato. Completam a ficha técnica, o músico Julio Rhazec na trilha sonora, Rachid Severino no desenho de luz, João dos Reis como figurinista e Andrei Gonçalves na produção. 

Lélia Gonzalez e a Amefricanidade

Lélia percebeu as similaridades dos povos pretos que viviam na América, tanto no quesito cultural quanto na história de luta.

No documentário abaixo, o conceito é explicado junto com a história de Lélia Gonzalez.

Informações : “Relatos Amefricanos”

Apresentações de 20 de novembro a 05 de dezembro Sextas e sábados às 20h Domingos às 18h. Para saber mais acompanhe o Instagram (@relatos.amefricanos)

Fonte: Maria Angélica para Todos Negros do Mundo

Happy
Happy
0
Sad
Sad
0
Excited
Excited
0
Sleepy
Sleepy
0
Angry
Angry
0
Surprise
Surprise
0

Deixe uma resposta

Previous post Nadando contra a maré, surfistas negras buscam visibilidade e patrocínios
Next post ‘Privilégio branco é o direito de existir sem ser incomodado’; especialistas falam sobre desigualdade racial e formas de combatê-la
%d blogueiros gostam disto: