Advertisement Section

Millwall condena seus torcedores que vaiaram protestos contra o racismo: “Consternado e triste”

Tempo para ler1 Minutos, 11 Segundos
Jogadores do Millwall dando uma joelhada antes da partida contra o Derby County (Imagem: Getty Images)

Pensando bem, uma hora aconteceria. Talvez surpreenda ter sido tão rápido. Os protestos contra o racismo, motivados pela morte de George Floyd em maio, chegaram às ligas esportivas durante a pandemia. Na Inglaterra, pelo menos, ainda não tinham sido exibidos diante de torcedores, o que aconteceu neste fim de semana. E logo de cara, torcedores do Millwall vaiaram o ato dos jogadores do seu próprio time e do Derby County, no último sábado, pela segunda divisão.

Desde que o futebol inglês foi retomado, em junho, os jogadores dos dois times têm se ajoelhado antes do apito inicial em todas as partidas, repetindo o famoso ato de Colin Kaepernick, ex-jogador de futebol americano. Onde os torcedores voltaram aos estádios antes, como nos Estados Unidos, houve controvérsias quando, por exemplo, torcedores do Dallas vaiaram o protesto antes de um jogo contra o Nashville, pela Major League Soccer.

E bastou apenas um fim de semana na Inglaterra para termos algo parecido. Não dá nem para dizer com tanta certeza que foi apenas parte da torcida do Millwall porque apenas 2.000 pessoas estavam no The Den e a vaia parece ter sido bem generalizada.

“O Millwall está consternado e triste pelos eventos que mancharam o jogo de sábado contra o Derby County. O clube trabalhou incansavelmente nos últimos meses para preparar o retorno dos torcedores e o que deveria ser uma ocasião positiva e empolgante foi completamente ofuscada, para a imensa decepção daqueles que contribuíram para esses esforços”, afirmou o clube em um comunicado.

Com informações de Bruno Bonsanti do site Trivela

Happy
Happy
0
Sad
Sad
0
Excited
Excited
0
Sleepy
Sleepy
0
Angry
Angry
0
Surprise
Surprise
0

Deixe uma resposta

Previous post Afronta na Netflix
Next post Barbie Negra
%d blogueiros gostam disto: